terça-feira, 22 de janeiro de 2013

O meu Amor


Grande mistério é esse meu amor,

eu me sinto em alguns dias como hoje,com tudo a flor da pele

o tempo todo,como se isso nunca murchasse e a chama que envolveu nossa vida,nunca fosse acabar

Meu casamento será de Deus,meu amor é de Deus,e as vezes sinto até medo,porque as coisas de Deus são tão certas e fora daqui me sinto vivendo nas trevas,lembro de um versiculo que diz:

''Quem me livrará desse corpo que me leva para morte?''

Eu sei como é viver assim!...

hoje só de sentir o perfume de Bruno,me coração desparou,

e veio essa sensação de emoção,fazendo frever meu corpo,agente

fica tão pouco junto,e ninguém entende como agente consegue,na verdade nem eu sei,

só sei que quando eu chego ou ele,é como se nada podesse nos separar,me sinto conectada com ele o tempo inteiro,e não ha nada que eu faça que não venha ele na cabeça,

Agora eu to triste por ter que dormir sozinha mas uma noite e sei que as proximas serão assim,mas alegra meu coração saber que amanhã,vou poder abraça-lo e no minimo almoçaremos juntos,ele me salva dessa nuvem negra que me envolve,

e me devolve as coisas de Deus,e cada segundo recompensa esse abismo de diferentes mundos que nos separaram a maioria do tempo,meu corpo é templo de Deus,e dele...

mas agora me sinto como aquele vaso de cera,da casa do Oleiro

e enfim vou dormir novamente com o coração apertado,mas porém confortado pelo meu pai.Vou dormir com Saudades e com o pensamento ali na estrada do Galeão.

Até que chegue a manhã e tudo volte ao normal !


Jheneffer Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário